Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2007
Questionário

  A partir de Janeiro, logo que as aulas do 2º período se iniciem, no nosso blog vamos abordar o tema do desenvolvimento motor do bebé, línguistico, etc...

  para podermos desenvolver bem o nosso trabalho contamos com a vossa participação, para isso basta apenas responderem ao seguinte questionário:

 

  O meu bebé nasceu ás    (a)    semanas, com    (b)    Kg.

  Esteve    (c)    dias na incubadora, e    (d)    no berço.

  Comeu a sua primeira papa com    (e)    meses, e a sopa com    (f)    meses.

  Começou a ir ao infantário com    (g)    meses.

  Nasceu o seu primeiro dente com    (h)    meses, e sentou-se pela primeira vez com        (i)    meses.

  Começou a andar aos    (j)    meses, e a falar aos    (k)    meses.  A sua primeira palavra foi       (l)   e começou a escrever o seu nome sozinho/a com    (m)    anos.  

 

   Para poderem participar no nosso questionário, basta apenas escreverem um comentário, onde coloquem a vossa resposta á frente de cada letra.

   Exemplo:   (a) - 30 semanas ;  (b) - 1,300Kg  ;  (c) - 18 dias  ;  (d) - 13 dias  .........

 

    Agradecemos que a vossa colaboração seja feita até ao dia 18 de Janeiro.

 

 

                         



publicado por roupitas às 16:39
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito

Infecções e auto-medicação

O bebé prematuro tem mais facilidade de ter infecções? Como evitá-las?

   Nos primeiros meses de vida, os bebés têm as defesas diminuídas contra as infecções, principalmente o prematuro, que tem a pele fina e a imaturidade de vários outros sistemas.

  Algumas das medidas que podem ajudar a prevenir infecções:

©       lavar as mãos antes de cuidar e alimentar o bebé;

©       lavar cuidadosamente os utensílios e vestuário;

©       ter higiene adequada no preparo de alimentos;

©       evitar lesões na pele;

©       evitar a aspiração dos alimentos;

©       evitar ambientes com aglomerados de pessoas;

©       vacinar o bebé prematuro.

.

,.

Existe algum risco em medicar o bebé prematuro por minha conta?

   É muito arriscada a mãe tentar medicar o seu filho. Os riscos para a criança são decorrentes de erros de dosagem e na escolha do medicamento. Os analgésicos e antitérmicos são os remédios mais utilizados pelas mães, mas vale lembrar que eles podem causar danos sérios à saúde do bebé.

  Aqui estão alguns conceitos básicos para a administração segura de medicamentos, os quais envolvem o uso e armazenamento apropriados dos mesmos:       

©       Seguir rigorosamente a prescrição médica.

©       Manter cada medicamento em sua caixa ou embalagem original com rótulo e bula.

©       Certificar-se de que os rótulos estejam legíveis.

©        Jogar fora todos os medicamentos vencidos, desprezando os que forem líquidos, em local apropriado como pia ou vaso sanitário. Não colocá-los no lixo ou em local ao alcance de crianças.

©       Sempre dar todo o medicamento prescrito pelo médico, pois doses parciais podem até reduzir os sintomas, sem curar a doença.

©       Saber sempre o peso de seu filho, pois a dosagem de muitos medicamentos dependem do peso. As doses serão alteradas conforme o crescimento da criança.

©       Não administrar a seu filho um medicamento prescrito para outra pessoa.

©       Refrigerar medicações que necessitem disso, devidamente identificadas.

©       Ler cuidadosamente as bulas e rótulos e seguir as instruções.

 

                                  

                                         

 



publicado por roupitas às 16:16
link do post | comentar | favorito

Constipação

 O que fazer quando o bebé prematuro está com o nariz entupido (constipado)?

Algumas medidas podem ajudar, como:

     aumentar a humidade do ambiente onde o bebé dorme, colocando uma bacia com    água em baixo do berço e uma toalha húmida na janela,

     deixá-lo num banho mais quentinho, cuidando para que não entre em contanto com corrente de ar frio;

     pingar soro fisiológico nas narinas antes das mamadas;

     diminuir os brinquedos de pelúcia, cortinas e tapetes;

      lavar a roupa do bebé com o mínimo possível de produtos químicos, pois poderá haver uma reacção alérgica.

Estas medidas podem proporcionar a desobstrução das narinas do bebé. Não se deve administrar nenhum tipo de medicação no bebé, mesmo que pareça não oferecer perigo. Se a constipação não melhorar, deve-se procurar assistência médica.

 

                   



publicado por roupitas às 12:45
link do post | comentar | favorito

Engasgos e vómitos do bebé

Por que o bebé prematuro se engasga com facilidade? O que fazer?

 

    O bebé prematuro pode se engasgar pois não coordena muito bem a sucção, deglutição e respiração. O engasgo também pode ser pela quantidade de leite na boca do bebé, maior que sua capacidade de engolir. No caso de engasgo, proporcione a posição lateral da cabecinha do bebé, pois ajuda a drenar o alimento para fora da boca, evitando que o alimento vá para o pulmão.

    Alimentá-lo sem pressa, parando e ajudando-o a arrotar (colocando-o em pé, no colo, e massageando levemente as costas dele), ajudam a diminuir os engasgos.

 

 

 O meu bebé tem regurgitado ou vomitado após as mamadas. O que fazer?

  

   Geralmente o que ocorre após a mamada é chamado de regurgitação. Acontece porque o bebé prematuro tem imaturidade do sistema digestivo. Regurgitação ou "retorno do leite", acontece logo após as refeições e é muito comum nos prematuros. É acompanhado por arroto e em pequena quantidade. Vómito, é expulsão violenta do conteúdo do estômago, podendo ser precedido de náuseas. É contínuo, podendo ser em forma de jacto. O vómito nem sempre ocorre durante ou após a alimentação.

   É possível reduzir a regurgitação por meio de algumas medidas simples, como colocar o bebé para arrotar com maior frequência durante e após a mamada; deixá-lo com a cabeça mais elevada (mais sentadinho) após a mamada; movimentá-lo o mínimo possível após a mamada. A regurgitação exagerada, bem como, episódios de vômito requerem avaliação médica.

                              

                                  



publicado por roupitas às 12:33
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 6 de Dezembro de 2007
sulfato ferroso e vitaminas

         A criança prematura tem pequena quantidade de ferro armazenado no organismo, sendo necessário administrá-lo sob a forma de medicamento para prevenir a anemia por deficiência de ferro. A anemia é frequente entre essas crianças, após a alta hospitalar, cuja prevenção é feita através da administração de sulfato ferroso, além da alimentação adequada. O sulfato ferroso (gotas) é melhor aproveitado se administrado com sumo de laranja ou limão, uma vez que a vitamina C facilita o aproveitamento do ferro. O leite costuma dificultar a absorção de ferro, neste caso, é recomendável dar o sulfato ferroso longe das mamadas. As fezes do bebé que recebe sulfato ferroso, podem ficar mais escuras e amolecidas; porém não é motivo de alarme para as mães.

A criança prematura também tem deficiência de vitaminas, sendo recomendado a administração de complexos vitamínicos (gotas). Estes podem ser ingeridos junto com o sulfato ferroso. Deve-se seguir a orientação do pediatra que acompanha o bebé.

           

              

                      



publicado por roupitas às 12:37
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Quarta-feira, 5 de Dezembro de 2007
...

                                      

                                

 



publicado por roupitas às 10:37
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 3 de Dezembro de 2007
A comunicação do bebé

   Antes mesmo de falar, as crianças já comunicam com os pais através de olhares, gestos e sorrisos. A aquisição do vocabulário de uma criança está directamente ligada ao quanto a mãe fala com ela. Como a criança só será capaz de dizer o primeiro "mamã" ou "papá" perto dos 12 meses de vida, até conseguir isso ela utiliza o seu corpo para se expressar.

    Os órgãos dos sentidos funcionam como um radar. O bebé não entende o conceito da frase falada, mas sabe o que está por trás disso. Ele percebe a diferença de ser chamado com uma voz suave ou ríspida, ser posto no berço de modo carinhoso ou apressado, ou ter a fralda trocada por alguém com cara amarrada ou sorriso aberto. Em resposta, a criança usa recursos corporais como sorrir, mexer as mãos ou até fazer birra.

   Os bebés não chegam ao mundo a falar porque o cérebro do ser humano não nasce suficientemente maduro para isso, porém a velocidade com que uma criança aprende a falar é impressionante. Do primeiro para o segundo ano de vida acontece um boom, no qual a criança passa de um repertório de quarenta, para em média 600 palavras. Daí para frente não pára mais de aprender e falar.

 

                         



publicado por roupitas às 13:03
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

.mais sobre nós
.Maio 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
15
16
17

18
19
20
22
23
24

25
27
30
31


.posts recentes

. Dia Mundial da Criança

. Trocar o berço pela cama.

. Como lidar com as mentira...

. Educação : Castigar ou nã...

. Brincadeiras dos 4 aos 6 ...

. A criança aos 6 anos

. A criança aos 5 anos

. Desenvolvimento da crianç...

. O terceiro aniversário

. Sugestões

.Contador de visitas
Estadisticas y contadores web gratis
Estadisticas Gratis
.Visitas no blog
online
.arquivos

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

.links